Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

A Imperfeição da Amizade

(Imagem retirada da Internet)

E o que pode doer mais se não a indiferença, a falta de presença de pessoas tão especiais?

Uma dor atroz, muito maior que aquela sentida caso tivessemos uma ferida aberta e sobre ela fizessem uma enorme pressão.

Devia ser proibido tais atitudes vindas de uma pessoa a quem chamamos de amigo. Tais atitudes deveriam ser punidas, ou melhor, não deviam sequer existir. Atitudes que nos ferem, que nos magoam tanto...talvez nem eles saibam o quanto.

E é quando sou alvo destes sentimentos, destas atitudes, que sempre me pergunto...afinal de contas o que é a Amizade?

 

A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que pensa, nem medir o que se diz”. George Eliot

 

Isto existe? Conseguimo-nos sempre sentir seguros, confiar plenamente numa pessoa? Todos os nossos segredos, defeitos? Será? Conseguimos falar de todos os assuntos, mesmo aqueles mais íntimos, com 100% de certeza de que a outra pessoa nunca nos irá trair? Isto existe? Gostava de saber que sim...mas não experimento dessa segurança toda...

Para ter tais niveis de confiança com uma pessoa é preciso viver muitas situações com ela, ter provas reais de que ela nunca nos irá deixar ficar mal, mas sabem? A certa altura há sempre uma atitude, um gesto, uma palavra que nos é dirigida e que nos magoa, que nos deita abaixo porque não estavámos á espera, não daquela pessoa, não daquele amigo...e tudo vai por água abaixo, a confiança que se estava a ganhar se desvanece e a insegurança volta com toda a força...e isto é um ciclo, é sempre assim.

A quantidade e a qualidade da amizade não se mede com palavras, com a quantidade de vezes que se ouve “gosto de ti”, não...mede-se sim com a atitude naquele momento mais crítico, aquele olhar meigo que nos conforta, aquele sorriso que nos anima, aquele abraço que nos aconchega, a lágrima na despedida, a alegria no regresso.

Na amizade também tem que constar o “perdão”. Saber perdoar, já dizia o outro, é uma virtude. Mas agora pergunto eu, quantas pessoas a têm?Quantos amigos nos perdoam quando fazemos algo de errado, quando mesmo sem querer os magoamos, quando temos ideias contrárias e a discussão acontece, quantos são aqueles que nos perdoam?Poucos...muito poucos.

Com este texto não quero dizer que a Amizade não existe, mas que é rara, e muito, isso ninguém pode negar. É rara e imperfeita, não é aquele mar de rosas de que todos falam, aquele sentimento perfeito, sem falhas, isso são balelas! A amizade é cheia de imperfeições, contradições, tristezas, mágoas, angústias, dor, desavenças...mas que mesmo assim prevalece e segue em frente.

E por isso hoje estou triste, angustiada, porque a amizade é mesmo assim, imperfeita!

 

Patrícia Santos

 

sinto-me: Magoada
música: Whitney Houston - The Greasted Love of All
publicado por a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul às 16:27
link | comentar | favorito
9 comentários:
De Caty a 20 de Setembro de 2007
Bonito texto amiga!!!
Tens toda a razão é uma dor muito grande a imperfeição da amizade... doí muito a falta da presença e da indiferença de quem nós consideramos amigos!!!
Beijo amiga, e força!!!
De a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul a 20 de Setembro de 2007
Obrigada pelas palavras Caty!É verdade, custa...e porquê?Porque gostamos deles, porque temos em consideração cada atitude que têm para connosco, porque é importante a opinião dessas pessoas, porque e porque e porque.
Beijos grandes**
De Ohayo a 20 de Setembro de 2007
Olá Patrícia
Eu costumo dizer que conhecidos há muitos... Amigos mesmo... daqueles verdadeiros que descreves... é que são raros. Mas existem. Li o teu texto e recordei de uma altura em que senti a mesma coisa. Algo que consegues espelhar muito bem em cada palavra... Deduzo pelo facto de estares magoada (e por outros pequenos pormenores) que sejas uma daquelas raras pessoas que se encontram como verdadeiros amigos. Pelo caminho encontrei pessoas com quem posso contar mesmo e encontrei outras tantas que... enfim. Mas a opção que tomei foi que continuaria a dar o melhor de mim e isso deixa-me com uma sensação boa. Se os outros erram ou não sabem perdoar, ou caem num qualquer mal entendido, etc... o que interessa são os bons momentos e o que aprendemos daí... tudo o resto passa. Encarar com um sorriso no rosto e isso acho que é um pouco a tua forma de ser: ver o lado positivo. Desculpa se fui um bocado ousada no comentário, mas não resisti dizer-te isto... sou um bocadinho impulsiva
Tudo de Bom. Beijinhos
Mei
De a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul a 20 de Setembro de 2007
Olá Mei! Não tens nada que pedir desculpa!Não foste de forma alguma ousada, pelo contrário, deste o teu parecer atraves daquilo que já viveste e agradeço por isso.Quanto ao facto de encarar sempre com um sorriso no rosto...eu faço-o sim, mas nem sempre ele é sincero, nem sempre espelha verdadeiramente o que sinto mas ele sempre aparece. E não, nunca vejo o lado positivo da coisa, sou uma pessoa pessimista por natureza mas que de vez em quando luta contra si mesma e tenta ter os seus momentos optimistas=P
Obrigada mais uma vez pelas bonitas palavras!
Beijos grandes**
De Mercury Wings a 20 de Setembro de 2007
O Sr. George Eliot tem toda a razão, óptima definição! A amizade é rara, tens toda razão, mas é rara principalmente porque a maior parte das pessoas não confia e não se entrega. A amizade é a base de todas as relações de intimidade, inclusivé do tão falado amor. O que acontece é que a maior parte das pessoas são demasiado inseguras, imperfeitas ou imcompletas para CONSCIENTEMENTE dizer (e ser) "Aqui me tens! Eu sou assim, gostes ou não! Vou dizer o que sinto sem jogos, vou ouvir-te e ser para ti o mais que possa..." Torna-se portanto claro que para ser ser amigo de alguém tens que primeiro saber quem és.

RESUMINDO: A Amizade, tal como amor, existe...mas só para aqueles que se entregam! A amizade são escolhas/comportamentos! Ninguém é perfeito e então as amizade também não o é. No entanto, quando as coisas correm menos bem, é simples, ou escolhes lembrar-te do mau ou do bom...investir...ou desistir...
Fica bem Pati!
Beijinho*
De Marta (Safira) a 20 de Setembro de 2007
LOL que melhor post podia eu comentar? Não se pode dizer que a nossa amizade é perfeita.. nenhuma o é.. e tu mesma dizes isso... mas é boa... é sobrevivente... é forte.. é especial e acima de tudo é só NOSSA! Deixa ver se consigo resumir... Cheguei um dia aquela faculdade.. senti-me meio perdida, já todas se conheciam... um dia por acaso alguém nos colocou o mesmo grupo.. eu pensei que ia ser secante, tu pensaste que ia ser secante (tu contaste me :P ) nesse dia por qualquer razão acho que fiz uma piada e lançamos uma gargalhada em uníssono , a partir desse momento não mais parámos, as nossas gargalhadas ecoavam nos corredores e a alegria ficava estampada o rosto quando estávamos juntas, ao chegar a casa passávamos horas no msn e de manhãzinha lá estávamos à espera uma da outra... eu gostava de ti e tu gostavas de mim... Eu passava dias em tua casa, tu passavas dias em VNovas , dormíamos ao molho no meu quarto, tirávamos fotos.. estudávamos juntas e riamos MUITO... um dia armaste t em casamenteira e conheci o homem da minha vida... passamos a ser "pimihas"... um dia sem percebermos a espontaneidade entre as duas começou a perder-se, as palavras não vinham, houve uma qualquer quebra que não percebemos ou que preferimos não perceber.. não lutámos por nós e fomo-nos perdendo... ainda assim era sentida a falta uma da outra... mesmo assim por orgulho ou por medo.. receio de "voltar", vergonha de dizer "gosto de ti" ou "sito a tua falta" nenhuma de nós pedia à outra que voltasse... a vontade existia.. a saudade... mas nem coragem tínhamos de olhar uma para a outra na faculdade... passamos a seguir caminhos diferentes... mas a mágoa.. a dor estava lá... porque a amizade não havia acabado.. talvez sim adormecido... eu falava com as pessoas sobre a falta que sentia de ti.. a dor do que nos tinha acontecido ... tu falavas sobre mim e sobre um turbilhão de sentimentos que te invadiam... um vazio.. eu sentia ciúme quando rias com outro alguém como antes só rias comigo... sentia ciúme quando o teu abraço efusivo evolvia outro alguém... quando os teus convites eram direccionados a outras pessoas (CONFESSO!) tu sentias te mal quando eu escrevia sobre a amizade a outras pessoas e não te incluíam ou quando me perdia em mimos com outras pessoas à tua frete... Faziamo-nos FALTA! Um dia o destino voltou a cruzar os nossos caminhos :D pensei que poderia sentir aquele gelo.. não sei o que pensaste, mas a verdade é que reatamos a nossa amizade.. ainda existe caminho a percorrer.. mas as confissões estão cá, os sorrisos... as gargalhadas e como te expliquei um dia destes o gelo do iceberg destruído vai derreter por completo .. porque nós queremos!! As conversas sem hora de partida voltaram, os lanches juntas, as mensagens , as conversas de msn , as fotos... os momentos... o NÓS voltou a surgir na NOS (engraçado não ?) :P Voltaste a aturar as minhas duvidas, ajudei-te nas tuas inseguranças .. limpaste me algumas lágrimas, tentei acabar com as tuas.. e como? com dedicação , carinho... amor... e AMIZADE! Porque nos doía ver a outra daquela forma.. porque era nosso dever dar-nos a mão ... e demo-la !! Hoje voltamos a caminhar de mãos dadas e jamais largarei a tua... Beijinhoooo* *
De a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul a 23 de Setembro de 2007
E com este comentário levaste-me ás lágrimas!!Faço minhas as tuas palavras!Descreves-te bem as fases da nossa amizade, os sentimentos, emoções e preocupações que dela fizeram e fazem parte desde que começou!
Não me vou alongar aqui muito mais porque se o fizesse iria-me repetir...iria repetir o que já te disse milhentas vezes, iria repetir o que aqui escreveste.
Mas quero que saibas...jamais largarei a tua mão tambem, jamais!E não vou deixar que ninguem nem nada (muito menos nós proprias) interfiram novamente nesta amizade!
Beijos grandes**********
De JotaCristo a 28 de Setembro de 2007
Amizade... é como o amor. É dar a alguém o poder de nos magoar terrivelmente... e ter a esperança que não o façam. E nunca confiamos mais em ninguém com tanta facilidade como na primeira vez. Quantos amigos são capazes de respeitar-nos quando temos ideias contrárias, e perdoar-nos quando os magoamos sem querer?

Dizes, com muita razão, que a amizade é cheia de imperfeições, contradições, tristezas, mágoas, angústias, dor, desavenças. Mas o que é uma amizade sem estas coisas? E o resto? As alegrias, os risos, as diversões e confortos... Em tudo no mundo existe um equilíbrio, onde tudo está interligado. Fogo e Gelo, por exemplo. Extremos opostos, um não consegue sobreviver no meio do outro. Mas o Fogo queima, e o Gelo também. Ambos estão ligados por isso.

Há amizades que podem ser mais fortes que amor. Mas como identificá-las, como saber que temos uma? Talvez nunca venhamos a saber, talvez quando as perdermos é que realizamos que estavam sempre ali até aquele momento. Como muitas coisas na vida, só lamentamos as coisas depois de as perdermos.

Do teu eterno amigo, nesta era e vindouras
Francisco "Xicão" Martinho
De a_beautiful_smile_has_a_troubled_soul a 28 de Setembro de 2007
Xico...adorei o teu comentário, mesmo!Obrigada pelas palavras...palavras tão cheias de verdade, há lógica naquilo que dizes. E é, digamos...reconfortante ler comentários como os teus, não apenas replectos dos "usais" elogios, palavras bonitas, mas replecto de palavras que nos fazem pensar, reflectir acerca do que foi escrito.
Muito obrigada!
Beijos grandes**

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 26 seguidores

.Junho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Um dia voarei…voarei para...

. Vai Aonde Te Leva o Coraç...

. Finding Neverland

. Como é Fácil ser Difícil

. Feliz Ano Novo para todos...

. Keane no Coliseu de Lisbo...

. Sessão de autógrafos de N...

. Caminho de uma Vida

. Eu só queria...

. O Clube dos Poetas Mortos

.tags

. todas as tags

.favoritos

. O Poder da Memória

. Momento Inesquecível

. Mãos Dadas

. Um Caso de Paixão

. O amor na areia

.links

.pesquisar

blogs SAPO

.subscrever feeds